Topo 01

CRISE NO PALMEIRAS: O Melancólico e desrespeitoso saldo da noite desta quarta-feira

Terceira derrota seguida demonstra perda de vestiário do treinador e desequilíbrio de uma gestão de futebol lamentável

Por Jota Mendes em 14/10/2020 às 20:29:00

Na noite desta quarta-feira, 14, o Palmeiras entrou em campo no Allians Parque, tentando juntar os cacos após a derrota para o São Paulo, com o detalhe que desde a inauguração de sua nova casa, o verde prevalecia sem derrotas para o tricolor. Lembrando que a equipe já havia perdendo sua invencibilidade diante do Botafogo-RJ, e assim veio como o limite para um treinador que tem muito patrimônio diante a história de títulos do clube, más que perdeu a mão, entregou os pontos e desfez diante de sua torcida todo o brilho adquirido pelas conquistas recentes.

Não se destaca o placar adverso na noite desta quarta-feira, más a inercia de reação, a falta de animo, o sufocado grito da torcida que não pode ir ao estádio, imunda a mídia social com o pedido de fora Luxemburgo, fora Galiotte e muitos outros.

O Palmeiras perdeu o brio e a nobreza de reivindicar resultados, e assim sendo, o torcedor quer melhor sorte com mudanças fortes e isso deve ser feito pra ontem. No momento, o símbolo dessa mudança é o treinador e talvez outros em uma lista, más a pressão é ainda maior e consequente de uma gestão de um presidente teatrólogo e fantoche de situações criadas pelos atuais diretores dentro da hierarquia.

WILLIAN!

"Todos os companheiros estão incomodados, terceira derrota seguida, ainda mais em casa. Não é momento da gente expressar alguma coisa para gerar uma polêmica. Sabemos da insatisfação do torcedor, com razão. A gente sabe da grandeza que é jogar no Palmeiras, temos que ter essa consciência. Mas não vejo falta de entrega, mas sim detalhes que temos que melhorar. Isso temos que conversar internamente para refletir dentro do campo. Quando perde, perde todo mundo. Temos um grupo de homens de caráter, que querem vencer. Futebol te dá a oportunidade de mudar rapidamente, temos que manter a cabeça no lugar para poder voltar a vencer na competição", diz o atacante do Palmeiras. (Com G1)

Os três a um para o Coritiba, foram uma cartada final em algo que já vem ruim, mesmo com a conquista do título do Paulista, de um equipe irregular, sem padrão e sem rumo nesse momento do campeonato. E para não ter um prejuízo maior, é hora de dar adeus ao treinador ultrapassado, ele foi dado, e AGORA?

Fonte: Mix Paraíba com G1

meio 01

Comentários

03