alves

Maturéia-PB: Áudios do prefeito Zé Pereira (Maturéia, PB) comprovam o que a cidade já desconfiava. "Um conchavo político para acabar com as eleições de 2020"

Inicialmente, o atual prefeito e candidato a reeleição, Zé Pereira (Republicanos) selou acordo com o chefe da oposição Chico Mané (ex PT, hoje Cidadania).

Por Artídes Guerra em 10/10/2020 às 15:46:32

No município de Maturéia, sertão paraibano, o mês de agosto foi marcado por reviravoltas nas candidaturas para as eleições que acontecerão no dia 15 de novembro. O "acordão", que deixou oposição e situação em um só palanque foi considerado um atentado contra a democracia e o poder de escolha da população, já que havendo uma chapa única para o pleito, os eleitores não teriam oportunidade de escolha de seus representantes para o período de 2021 à 2024. Não haveriam eleições na cidade.

O que eram apenas rumores, hoje tivemos a confirmação. O Mix Paraíba teve acesso aos áudios do atual gestor e candidato à reeleição Zé Pereira em conversa com o candidato a vereador Vando (Republicanos) onde eles tramam o "acordão" para que assim possam fazer uma política, segundo o próprio Vando "mais tranquila".

Nos áudios, Zé Pereira afirma que a intenção dele é que esse "acordão" faça com que as campanhas políticas da cidade não precisem de "ninguém se despedaçar brigando por voto, ninguém gastar dinheiro" e finaliza dizendo que "é um benefício para todo mundo". Atualmente, estão formadas duas chapas para novembro, Zé Pereira e Chico Mané disputam com o mais novo candidato a oposição, Hominho de Lió (PSB) e seu candidato a vice Lela, também do PSB.

A intenção, a princípio, do edil Zé Pereira seria desbaratar os demais partidos na cidade a fim de que algumas curiosidades da sua gestão não viessem à tona com a disputa pela Prefeitura. A chapa encabeçada por Hominho, seu vice Lela não estavam nos planos dos Republicanos, e agora várias denúncias da gestão de Zé Pereira estão surgindo.

Vídeo:



REVIRAVOLTA

Se depender dos dados que constam no Tribunal de Contas da União (TCU), é possível que os episódios dessa novela ainda tragam surpresas para os eleitores. O atual prefeito foi condenado a devolver 160 mil reais à Fundação Nacional de Saúde (Funasa), por envolvimento em esquema ilegal com a finalidade de fraudar licitações e desviar recursos públicos da saúde.

Com base na decisão do TCU que reprova as contas do prefeito por irregularidade insanavel, reconhecendo a prática de ato de improbidade, o prefeito teve seu registro de candidatura impugnado na justiça eleitoral, por ser inelegível.

Ou seja, Zé Pereira pode não disputar as eleições de novembro em razão da inelegibilidade. A palavra final caberá à justiça eleitoral.

ANÁLISE

Segundo Daniel Macedo, que é Diretor Executivo do Instituto Projeto Público - IPP, advogado "eleitoralista" e cientista político, o caso representa tentativa de burla geral das regras do jogo democrático.

"Os relatos causam preocupação porque mostram uma crise da nossa democracia representativa, aonde os partidos viram quintal de coronéis, e não tem ligação ou compromisso em refletir a pluralidade de ideias e opiniões que há entre o povo. Esse tipo de "acordo" cria unanimidade artificial, e demonstra ainda o quanto o poder econômico incide nas eleições", disse.

Ao analisar a impugnação ao registro de candidatura de Zé Pereira, o advogado concluiu que "na prática o atual gestor teve suas contas reprovadas por vício insanável, mediante decisão irrecorrível do TCU. Confirmada pela justiça eleitoral a ocorrência de ato doloso de improbidade, ele está impedindo de disputar cargo eletivo pelo prazo de 8 (oito) anos a contar da decisão final do Tribunal de Contas da União".

A normalidade do processo eleitoral em Maturéia depende de atuação vigilante das instituições. Para o Diretor Executivo do Instituto Projeto Público, "acordos de palanque feitos sem a escuta do povo, e com o intuito de evitar o embate de ideias, são a demonstração de que e urgente que o povo dispute o sentido da política. A política não é a arte dos coronéis, mas sim um processo de transformação da realidade, cujo combustível é o compromisso de todos que participam do jogo democrático em contribuir para um debate público honesto, que não fuja dos problemas reais das pessoas".

Vamos aguardar os próximos capítulos!

Fonte: Mix Paraíba

mario

Comentários

03